Uma introdução aos transportes coletivos

Por Marcelo Arruda
“Ando um percurso de cerca de 1 km para chegar ao ponto, fico esperando por um longo período enquanto várias vans passam oferecendo um serviço mais barato e rápido, mas penso “não, essas lotações são obscuras e perigosas demais e olha quanta gente no mesmo espaço”. Depois de tanto esperar com o sol de Maceió no rosto, o meu ônibus aparece. “agora sim, vou usar um serviço mais lento, mais caro e absurdamente lotado, mas pelo menos é mais seguro, UFAL..ai vou eu”… Sou assaltado.

É notável que usar ônibus é visto hoje em dia como um mal necessário quando você é um estudante, ou seja, assim que você tiver uma oportunidade vai correr pra comprar um carro qualquer. Esse pensamento se deve a péssima qualidade e a preços cada vez mais altos desse tipo de transporte, o que é verdade, porém é bastante comum ouvir que todos os problemas de transporte coletivo devem ser atribuídos apenas á “ganância de empresários”, o que é errado. O problema começa com o governo.

Os problemas do transporte coletivo hoje em dia

Corporativismo
O sistema de funcionamento dos transportes coletivos é um retrato do corporativismo (também conhecido como “capitalismo de Estado”) que predomina no Brasil, uma relação quase que promiscua entre setor público e o privado para impedir o livre mercado e uma genuína concorrência. Basicamente o governo concede privilégios a certos grupos privados, mas que vão funcionar praticamente como empresas estatais. Monopólios de linhas foram concedidos pra cada uma dessas empresas, logo, não existe concorrência entre nenhuma delas. Qualquer tentativa de inovação é reprovada por esses grupos, é só lembrar os ônibus conhecidos como “geladinhos”, o simples uso de um ar condicionado foi considerado uma concorrência desleal para os membros dessas empresas.

Regulamentações
Para manter esses monopólios, o governo faz uso de uma série de regulamentações que impede a entrada de empresas menores no mercado de ônibus e criminalizam aqueles que oferecem um serviço diferente de transporte, o chamado transporte alternativo. Sem ninguém para competir com as mesmas, acabamos sendo obrigados a fazer uso de seus serviços, não havendo qualquer incentivo para que eles melhorem seus ônibus, já que o demanda está garantida. Quando o governo impede a concorrência por meio de regulamentações, o resultado é apenas ineficiência e preços altos.

O que melhoraria o transporte coletivo? Livre Concorrência

Algumas das possíveis medidas:

Ônibus: fim dos monopólios de linhas e extinção dos processos burocráticos que inibem o surgimento e desenvolvimento do setor. Com a ausência dessas barreiras legais, mais empresas entram na disputa, gerando uma verdadeira concorrência entre as empresas de ônibus. Agora mesmo uma empresa de grande porte seria inteiramente dependente da preferência daqueles que pagam por seus serviços, já que a mais poderosa empresa perde seu poder e influência sem seus clientes. Novas empresas na disputa representam novas ideias e novos veículos.

Transporte Alternativo: Livre concorrência não significa que se possa prosperar pela simples imitação ou cópia exata do que já foi feito por alguém. A liberdade vai existir para que qualquer meio de transporte inventado possa entrar na disputar, Por essa razão, os transportes alternativos devem ser legalizados. A legalização dos transportes alternativos não se limita a dar direito de trabalhar aos poucos indivíduos que tentam disputar com os ônibus com seus moto-táxis e lotações consideradas “obscuras” e “pouco seguras” hoje em dia. Representa a abertura de um novo mercado, empresas de transporte alternativo seriam criadas, gerando empregos e oferecendo o que as “lotações” já fazem contra os ônibus, um serviço mais rápido e barato. Com um mercado desse tipo aberto, os resultados: Transportes mais confortáveis, tipos e preços de serviços diferentes do usual.

Pra quem quiser saber mais:
Táxis: o primeiro passo do sistema de transportes
http://www.libertarianismo.org/index.php/academia/15-artigos/955-taxis-o-primeiro-passo-do-sistema-transporte

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos - Não Quebre a Janela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s