Nota oficial dos Estudantes Pela Liberdade (EPL)

No último dia 5 de fevereiro de 2013, estudantes da Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca se dirigiram para registrar um incidente na delegacia. Ao tentar adentrar na universidade, foram abordados por agentes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT). O motivo é simples: Os jovens estavam se locomovendo através de veículos privados (a popular lotação), o que era impossibilitado a partir do viés governamental.

A notícia saiu apenas no Facebook e o site Alagoas24horas: http://www.alagoas24horas.com.br/conteudo/?vEditoria=Interior&vCod=141646

Nota oficial dos Estudantes Pela Liberdade Nacional e EPL-Alagoas:

O Estudantes pela Liberdade encara a atitude da SMTT como uma grave violação do direito de ir e vir. Agir desta maneira fere a liberdade de estudantes que apenas estão procurando a melhor forma de se deslocar para a aula, desfrutando do veículo que julgam possuir menores riscos para a sua segurança e economizando o maior número de recursos.

O EPL*-AL aproveita a oportunidade para afirmar que casos como esse são uma consequência lógica de um sistema que beira a falência. Caso se queira ter uma maior circulação em transportes públicos, a melhor forma é a flexibilização das regras que regem o setor, criando assim a possibilidade para haver uma concorrência que faça os preços de cada passeio tornar-se acessível ao consumidor. Um monopólio estatal sempre gerará serviços caros e com qualidade duvidosa, não sendo diferente na situação do transporte público, e é com um maior número de competidores no mercado que se terá uma melhora substancial na relação de custo-benefício. É esta a medida que diminuirá os obstáculos logísticos enfrentados pelos estudantes para frequentar o ambiente universitário.

Aos lesados, e todos os outros que se encontram em situação semelhante, saibam que contam com o apoio dessa organização no que tocar seu domínio. A decisão do individuo de como se locomover, fazendo valer seu ir e vir é soberana frente a qualquer restrição de um órgão regulamentador como a SMTT.

*EPL – Estudantes Pela Liberdade (Website Nacional: www.epl.org.br  Website Internacional: http://studentsforliberty.org/)

Outro caso similar em Belo Horizonte: http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2013/02/25/interna_gerais,352770/carona-solidaria-via-redes-sociais-e-lucrativa-mas-ilegal.shtml

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em EPL-AL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s